Topologia do saber: verdade do dizer, virtude no fazer. Ter parece Ser, mas, não-é. Opinião Crítica. Textos votados à reflexão filosófica e à busca da emancipação do Sujeito que É, já que Sou. Problema nenhum há em estar-além, o grave problema é mesmo ficar-aquém! Discordar com respeito é civilizado, mas refutar com elegância é superior!

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Édipo como vislumbre mítico fracassado de gozo fálico sexual do Abjeto materno e um natimorto tentando recobrar suas memórias prenatais: seu sentido retroativo apenas se torna suficientemente determinável retornando ao ponto de partida que se torna também a chegada como ruptura e superação na qual o meio vislumbrado para restabelecer a plenitude por uma forma determinada de gozo se revela a ilusão da presunção imaginaria especular como intuitiva e primariamente um objeto ambivalente e funcionalmente inespecifico

Nenhum comentário:

Postar um comentário